Sur Lie, que bicho é esse?

                  O que é Sur Lie? São diversas as avaliações e provas de vinhos, em que vinhos “Sur lie” são analisados e comentados,  ficando por isso mesmo, como se o termo fosse de domínio publico. Pois bem, de 15 pessoas apreciadoras e “tomadoras” de vinhos pesquisadas, 12 não tinham idéia do que o termo significa, uma quase acertou e duas sabiam. Dentro esse grupo tinha gente de todas as áreas, mas todos tomam vinho regularmente há bastante tempo. Como acabei de publicar um post de um vinho “Sur Lie”, achei por bem falar um pouco sobre o tema. Afinal,  que bicho é esse?

                  Bem, de forma simplista e resumida, este não é um blog de enologis, durante e após a fermentação é formado um residual de células de leveduras e eventualmente cascas de uva o que, em Português, chamamos de Borras.  Normalmente os vinhos ficam com pouco contato com esses resíduos, sendo logo filtrados. Nos casos dos vinhos Sur Lie, eles são deixados em contato com estas borras (lie em Francês e lees em Inglês) durante um tempo maior, sendo regularmente “mexido” o que os técnicos chamam de bâtonnage. Com este período de tempo Sur Lie (sobre as borras), que pode ser de vários meses dependendo do que o enólogo tem de objetivo, se pretende que o vinho ganhe complexidade, sabor e corpo. Tradicionalmente este processo Sur Lie é aplicado somente em vinhos brancos. Acho que é isso, se houver quem queira acrescentar algo, por favor fique á vontade. Este espaço é para isso mesmo, compartilhar conhecimento. Salute e kanimambo.

Fonte: https://www.winemakermag.com/stories/issue/article/issues/116-aprmay-2010/924-sur-lie-wine-kits

Post revisado devido a um toque recebido da Cris Vilas Boas através de seu comentário abaixo.