Falando de Vinhos

Revista quase que diária sobre os encantos e segredos de nossa vinoesfera.

Pontuação Máxima para Um Vinho de Gualtallary

100 points

James Suckling, ex-editor senior da Wine Spectator é um dos críticos de vinho que mais conhece e prova os vinhos da Argentina. No dia de hoje ele soltou as notas dadas aos vinhos objeto de degustação em sua mais recente tournée de provas por terras dos Adrianna Fortuna terraehermanos e saiu uma nota máxima pela segunda vez na história! O vinho premiado agora foi o Adrianna Vineyard Fortuna Terrae 2012, nova estrela da Catena elaborado sob a batuta do amigo Alejandro Vigil, um enólogo que dispensa apresentações!

Mas teve mais! Terrazas de los Andes MB Valle de Uco Parcela Los Castaños 2012 e Viña Cobos Malbec Mendoza 2013 obtiveram 99 puntos. Do projeto pessoal do Alejandro com a Adriana Catena (Bodega Aleana) os deliciosos vinhos da El Enemigo três vinhos com 97 e 98 pontos, oito vinhos dos irmão Michelini com pontuações também na casa dos 95 pontos, Finca Blousson mostrando que o Vale do Uco e Gualtallary estão em alta. Há, todavia, vinhos de outras regiões, inclusive um Pinot da Bodega Chacras, Patagônia. Enfim, vinhos a serem conferidos pelos amantes de bons vinhos. Veja mais clicando aqui.

Encontro Enogastronomico na Vino & Sapore dia 21 de Maio

Meus amigos, novamente o Chef Gonçalo e eu o convidamos para mais um encontro enogastronomico que realizaremos novamente na Vino & Sapore, das 13 às 17 horas. Desta feita o cardápio e os vinhos não terão um tema básico, mas garanto que (como sempre) o menu ficou da hora! Vejam só:

Bolinhos de Macaxeira com Carne Seca (porção de 6 unidades) R$18,00

(Sugestão de vinho, Muros Antigos Loureiro – Port.)

Risoto de Rúcula com Costela Suína Assada R$24,00

(Sugestão de Vinhos; Casa Santa Vitória Reserva – Port.)

Arroz de Polvo à Portuguesa R$26,00

(Sugestão de Vinhos; Terras de Monforte Branco ou Vinha dos Anjos Douro tinto – Port)

Hamburguer de Salmão com creme de Wassabi a marca registrada do Perfil de Chef R$24,00

(Sugestão de Vinho, Muros Antigos Loureiro – Port)

Sobremesa, Fatias de Paio de Chocolate com Fios de Ovos

                                          (Sugestão de Vinho, Porto Quinta da Prelada Ruby Reserva)

Paio de chocolate
Deverá ser nosso último encontro com o Food Truck Perfil de Chef porque o Gonçalo e a Lili deverão voltar a Portugal em breve, então aproveitemos enquanto podemos! Vinhos sugeridos* para  harmonização, todos portugueses, estarão disponíveis à taça (100ml) e em garrafa, estas com 10% de desconto somente no dia. Aguardamos vocês, Rua José Felix de Oliveira 875, Granja Viana (km 24 da Rodovia Raposo Tavares), Cotia. Tel. (11) 4612-6343
Clipboard Full
* Vinhos sugeridos são passíveis de mudança no dia em função de disponibilidade.

Mais um Pinto Sobre a Mesa

De acordo com o site do produtor, Quinta do Pinto , “Reza a história que o vinho aqui produzido, há dois séculos atrás, se destacava de tal forma na região que valia mais Pintos, a moeda de ouro em circulação no reinado de D. João V. Este vinhoPinto - Moeda de Don João V - 1720 chegou a ser famoso nas cortes europeias há época. Acresce que o senhor Pinto foi, em tempos, um carismático feitor desta propriedade. Desde então que, na região, a quinta é referida como ‘o Pinto’. Feliz coincidência, Pinto é também o apelido dos actuais proprietários. A ‘Quinta do Pinto’ tornou-se, assim, o nome do nosso projecto vitivinícola e de um dos vinhos que produzimos com muito orgulho.” Pinto é também o sobrenome de meu padrasto e de muita gente boa como o amigo Bernardo. Brinco com isso, mas esses Pintos são coisa séria!

Já falei aqui sobre um Sauvignon Blanc deles, tenho um blend ainda na adega, mas hoje falo Pinto Tourigamesmo é deste incrível Touriga Nacional, um vinho inebriante elaborado em tanques de cimento com posterior passagem por barricas francesas de 2º e 3ª usos para lhe dar complexidade sem esconder seus predicados, que são muiitos! Ao sacar-lhe a rolha, só pelos aromas intensos e convidativos já percebi que estava frente a frente a frente a  um belo vinho, porém ao colocá-lo na taça vi que era mais que isso, era um vinho num patamar outro de qualidade, daqueles vinhos com os quais não nos deparamos de forma tão amiúde assim. Touriga Nacional muito bem trabalhada, primando pelo equilíbrio, riqueza de sabores, bom corpo, estrutura para alguns anos a mais de guarda, mas já absolutamente delicioso e de uma finesse que impressiona. Não foi uma degustação, estava comemorando meu aniversário de casamento e o Dia das Mães, família reunida uma alegria só e o vinho parou por minutos a algazarra! rs Não fiquei tomando notas, coisa de enochato parar para fazer isso num momento daqueles, mas posso dizer que nos seduziu a todos e vou querer mais!

Harmonizou maravilhosamente bem com uma picanha finalizada no réchaud com Pinto e Picanha inteiramanteiga, tudo bem light, tendo-nos deixado a todos bem mais felizes do que já estávamos. Uma verdadeira orgia hedonística esse Pinto! Mais um bom vinho português, desta feita vindo da região Lisboa que vem nos trazendo alguns ótimos exemplares tornando-se uma alternativa aos mais famosos Douro e Alentejo. A importadora é a Almeria de meu amigo Juan Rodrigues e o preço creio que anda na casa dos R$230,00 o que não é lá muito em conta, porém ao analisar a qualidade e comparar com o que há no mercado, de diversas origens, nessa faixa de preço acho que vale e bate a maioria. Para quem gosta de vinhos classudos, não deixe de colocar este em sua lista de desejos, esse eu assino embaixo.

Saúde, kanimambo pela visita e seguimos nos vendo por aqui ou algum outro local desta nossa diversa e sedutora vinosfera.

ps. Clique nas imagens para ampliá-las

Mãe, Saudades!

Fui criado por minha mãe, sou o que sou em grande parte pelos ensinamentos dela, dos valores que me foram passados, dos sacrifícios, da distância em função da necessidade, CAM01512da força, da luta, da firmeza, por me ensinar a persistir e a lutar pelo que eu almejava da vida. Partiu num longínquo Maio de 1995, mas seus ensinamentos e, principalmente seu exemplo ficou e espero que eu tenha conseguido passá-los para seus netos que os passarão a seus filhos e assim se eternizará aquilo que um dia ela plantou.

Talvez seu maior legado tenha sido me ensinar que o exemplo é mais importante que participar. O que ficou comigo foi seu exemplo de; ternura sem deixar de ser dura quando necessário, sua força, seu poder de se reinventar, de ir à luta por aquilo que acreditava, de sua fidelidade de princípios, da importância de compartilhar, de dar a Mãe e eumão sem segundas intenções, de pesar os dois lados de tudo, de ser justa, de não passar a mão na cabeça quando eu errava mas sim me corrigir, de não aceitar desculpas sem a devida emenda, de poder chorar (porque doía) mas de enxugar as lágrimas e partir para outra logo em seguida sem esmorecer, de lutar incansavelmente por seus objetivos, der não ter medo de trabalhar e se dedicar para alcançar as metas desejadas, de não aceitar desaforos e ter orgulho de quem eu conseguisse ser, de respeitar a todos para que eu também pudesse exigir respeito. Foram tantos os exemplos e ensinamentos, …orgulho de a ter como mãe!

Muitos dos que me leem hoje devem se sentir um pouco como eu, mesmo que em casa estejam reunidas diversas outras mães, avós e bisas; um misto de alegria,amor, nostalgia e, porquê não dizer, também uma certa dose de tristeza provocada pela saudade. Hoje é dia de sorrir, de dar graças, mas também de recordar e homenagear.

A todas minhas amigas e leitoras deste humilde blog de vinhos que tiveram a benção de ser mães e ser exemplos de vida para seus filhos, meus parabéns pelo dia. Meu respeito, minha admiração, minhas homenagens porque não é fácil não! Um brinde muito especial a todas vocês.

Me perdoem pela mensagem algo emocional, sou assim, pois sei que alguns não conseguirão reter uma lágrima ou outra, eu já derramei as minhas, mas Rolando Boldrim tem esse dom e estas palavras penetram fundo em nós. A mensagem é dedicada ás Mães que nos deixaram fisicamente mas que habitam nossos corações e nossas lembranças para sempre. O texto é lindo, mesmo que algo triste, mas afinal o mundo não é feito só de alegrias e festa, também de suor e lágrimas e o vinho, nuns casos celebra em outros conforta, saúde!

Kanimambo dona Lourdes, mulher de coragem, batalhadora, eternamente amada um beijo e um abraço muito carinhoso onde quer que possas estar. Gostaria muito que voltasses, mesmo que fosse para visitar, te amo!

Aviso aos Enófilos em Sampa – Sábado tem Programaço

Próximo Sábado dia 07/05, quem estiver em Sampa não pode perder uma bela oportunidade de mergulhar no universos de vinhos italianos. Numa parceria com o Encontro de Vinhos, de meus amigos e competentes profissionais Beto Duarte e Daniel Perches,a World Wine promove um evento de degustação aberto aos enófilos de plantão. Como sabem, sou seguidor do principio que o melhor investimento em nossa vinosfera é em saca rolhas pois é degustando que se ganha conhecimento então perder oportunidades destas está fora de cogitação a não ser que, como eu, você tenha que pegar no batente! sniff. Serão 20 produtores  representando vinhos das mais diversas partes, estilos e uvas da Itália, recomendo!

“ENCONTRO WORLD WINE EXPERIENCE ITÁLIA”

A Casa da Fazenda é o palco do evento que reúne, numa grande experiência enogastronomica, produtores de várias regiões da Itália para apresentar cerca de 90 vinhos.

“Acreditamos que a forma mais efetiva e prazerosa de conhecer um vinho ainda é provando. Foi pensando nisso que passamos a promover este evento que possibilita aos nossos clientes o contato direto com quem os produz para conhecer as suas histórias  e novidades”, comenta Celso La Pastina, sócio-proprietário da World Wine. “A parceria com o Encontro de Vinhos, dos especialistas Beto Duarte, Daniel Perches e do novo sócio logo_Encontro_WWEChristian Burgos, só vai fortalecer isso e dar uma nova chancela a esta ação”.

O evento, que ganhou o nome de Encontro World Wine Experience, em homenagem à recente parceria, acontece no dia 07 de maio, das 12h00 às 20h00, na Casa da Fazenda, em São Paulo. O foco desta edição são os vinhos da Itália, conta com a presença de 21 marcas consagradas de diversas regiões como Piemonte, Toscana, Vêneto, Friuli, Abruzzo, Sicília, e até mesmo pequenas regiões produtoras como Campania, Lombardia e Trentino. Entre as 20 vinícolas participantes, 10 estarão representadas diretamente por seus produtores – sejam eles proprietários ou enólogos, e 10 por seus embaixadores e sommeliers.

O objetivo é possibilitar aos consumidores uma grande experiência de degustação, com aproximadamente 90 rótulos disponíveis e o acesso aos grandiosos nomes como Castello Banfi, Poggiotondo, Zenato, Gianni Gagliardo, Bruno Rocca, Bellavista e vários outros gigantes italianos. Para aumentar o clima de entretenimento, cinco Food Trucks estarão no local com ofertas de comidinhas diferentes para harmonizar com os vinhos, ou simplesmente matar a fome de quem estiver por lá, além disso, a World Wine preparou um desconto especial para quem comprar os vinhos no local do evento.

O evento contará com uma Sala VIP, de preço diferenciado e vagas limitadas, onde serão degustados os vinhos mais exclusivos das vinícolas participantes. Alguns rótulos são os ícones do Castello Banfi Brunello Poggio Alle Mura, Gianni Gagliardo Barolo Serre, Bruno Rocca Coparossa, Donnafugata Mille una Notte.

Local: Casa da Fazenda   das 12h00 às 20h00 / Endereço: Avenida Morumbi, 5.594

Valores dos ingressos:

Até dia 6 de Maio

R$ 80,00 (dá acesso à área de degustação de 80 rótulos)

R$40,00 (valor da meia para estudantes maiores de 18 anos, mediante a apresentação da carteirinha e adultos acima de 65 de anos).

***Por mais R$100,00 o cliente pode montar uma degustação personalizada com até 5 rótulos da sala VIP, onde serão apresentados os ícones das vinícolas (Os vinhos disponíveis na sala VIP vão até R$ 1.000,00).

No dia do evento – 7 de Maio

R$ 90,00 (dá acesso à área de degustação de 80 rótulos)

R$45,00 pagamento meia para estudantes maiores de 18 anos, mediante a apresentação da carteirinha e adultos acima de 65 de anos.

Os ingressos podem ser adquiridos através do site www.encontrodevinhos.com.br , clique logo, garanta seu lugar e sorva desse conhecimento! Kanimambo pela visita e seguimos nos encontrando por aqui ou em qualquer esquina desta nossa fabulosa vinosfera.

Paella Valenciana e Vinho

A Paella Valenciana, frutos do mar e carne, talvez seja a mais consumida no Brasil se sobrepondo à Marinara. É comum as pessoas me perguntarem que vinhos comprar para Vino & Paella Enoladies Américo 1harmonizar e por isso já fiz diversos testes com confrarias quando sirvo três vinhos; um Branco, um Rosé e um Tinto simultaneamente para que as pessoas possam tirar suas próprias conclusões. Tenho que confessar que nenhum branco usado até agora sequer chegou perto dos outros então vou deixar estes de lado apesar de seguir tentando e estou aberto a sugestões! rs

Em todas as vezes que este experimento ocorreu, o Rosé foi rei por mais que as pessoas, a princípio, torcessem o nariz! Num primeiro teste, foi o Protos rosé que levou, na segunda vez foi o Señorio de Sarría Viñedo 5, Vino & Paella Enoladies 6ambos espanhóis e não disponíveis no Brasil no momento, e o último mais recentemente na companhia da Enoladies, confraria de mulheres que tenho a honra de assessorar já faz cinco anos, foi um italiano o Vermiglio Cerasuolo de Abruzzo! Minha dica na hora de escolher; Vinhos rosé de cor mais escura, mais encorpados! Por sinal, este delicioso e complexo rosé italiano também acompanha muito bem um prato de atum selado com gergelin!!

Ou seja, nem todo o rosé é levinho, frutado e boa companhia só para bate papos descontraídos, vinho de piscina ou entrada para o prato principal, há rosés maravilhosos para acompanhar os mais diversos pratos, para cada ocasião um estilo, explore!! Enfim, desta feita o tinto também foi bem e mereceu uma menção honrosa, o Paco Tinto (Garnacha e Tempranillo) com leve passagem por barrica, não tendo “brigado” com o prato em função de ser um vinho de taninos mais leves e elegantes, um estilo que, na minha opinião, deve ser seguido por quem não abrir mão de tinto.

Clipboard Paella y Vino

Esta foi minha dica gastronômica de hoje e espero que lhes seja útil. Harmonização é uma coisa muito pessoal, porém aventure-se um pouco já que as surpresas poderão ser muito gratificantes. Kanimambo pela visita e saúde!

Uma Joia Rara na Taça, Diamandes Gran Reserva 2008

Um vinho em três momentos! O provei há uns cinco anos e não me agradou, fazendo um estilo de vinho que não faz minha cabeça, muito over, eu diria. Provei novamente, desta Diamandes Gran Reserva 08 Taçafeita na vinícola, em 2014 e já me animei, o vinho melhorou muito com alguns anos a mais de garrafa, tanto que comprei uma (deveria ter trazido mais!) que abri há alguns dia, VINHAÇO!!

Um vinho que precisa de tempo para se integrar, mostrar toda a sua complexidade tornando-se absolutamente sedutor. Um vinho para não esquecer e, como toda a joia, não é barato, já está na casa dos R$280 a 300,00 pelo que pude saber do importador, a Magnum.

Dois terços Malbec com Cabernet Sauvignon. O que era over virou sofisticação, o que era puro músculo virou elegância e se tivesse mais duas garrafas, uma guardaria para 2018 pois acho que ainda vai evoluir mais. Um vinho cheio de camadas e aromas instigantes que me fez querer mais e mais num redemoinho de sensações que realmente me entusiasmou! Almoço de família, sinceramente não me ative a detalhes para ficar aqui descrevendo o vinho, mas mexeu comigo ao ponto de eu escrever esta curta exaltação. Não tenho 300 pratas para gastar num vinho, mas se tivesse certamente estaria em minha lista,um vinho para quem acha que vinho argentino é tudo igual. kkkk Ledo engano, saúde!!

Diamandes Gran Reserva 08

Kanimambo pela visita e uma ótima semana para todos!

Terceiro dia nos Vinhos de Altitude de Santa Catarina, um dia cheio!

Neste terceiro dia de nosso tour pelos vinhos de altitude brasileiros, mais precisamente de Santa Catarina, iniciamos nossas atividades pela visita à Villa Francioni seguido da Monte Agudo e Villaggio Bassetti, terminando com um gostoso jantar, para quem agüentou, num restaurante português bem no centro de São Joaquim. Hoje falo e mostro um pouco de nossa experiência na  Villa Francioni e depois posto a visita às outras vinícolas.

A Villa Francioni talvez seja a mais conhecida das vinícola da região, não só por seus vinhos como pela beleza de seu local e projeto arquitetônico que levou em consideração, no inicio dos anos 2000, toda um sistema de movimentação de vinho por gravidade evitando o uso de bombas. O projeto arquitetônico realmente impressiona logo á entrada com uma linda galeria de arte, detalhes de vitrais por onde passamos, obras de arte e linda vista, sem contar o incrível trabalho de madeira no telhado.

Certamente um lugar a ser visitado porém não espere nenhum atendimento além do protocolar padrão turístico o que, em nosso caso com 14 enófilos e com negociação prévia, foi bastante frustrante ao nos depararmos com um monte de gente sendo agregada ao grupo, inclusive crianças! Nada contra, importante para a vinícola também, mas cada macaco no seu galho já diz o ditado. Algo que a vinícola precisa reconsiderar, pois ao crescer muitas vezes essas empresas perdem a alma no processo e faz falta para quem realmente é apaixonado por esses caldos de Baco! Enfim, finalmente aos vinhos:

Espumante Joaquim Brut (Charmat) – Citrico, pomelo preponderante, fresco, leve amargor ao final. Bem feito, mas não empolga.

VF Sauvignon Blanc – boa tipicidade, grama molhada, maracujá, acidez boa e equilibrada sem excessos, na boca mais simples do que o nariz promete, algo curto.

VF Rosé – um vinho que sempre foi muito elogiado, mas sempre achei que a garrafa merecia mais atenção que o vinho. Desta feita (safra 2015), mudei  minha opinião, o vinho está muito bom. Já surpreende ao ver um  rose elaborado com OITO uvas ; Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Sangiovese, Syrah, Petit Verdot, Pinot Noir, Merlot e Malbec o que não é lá muito comum. Bonita cor salmão, aroma sedutor onde aparece algo de damasco, romã e um toque floral. Na boca é suave, fresco, muito gostoso e de boa persistência, me surpreendi! Ao final, quem quiser cortar a garrafa ainda dá para fazer uma bela jarra para flores ou copo de whisky!! RS

Joaquim 2012 – Existe uma linha de entrada chamada Aparados e esta é acima. Conheço o vinho há tempos e sempre achei um vinho bem feito, agradável, sempre confiável, não negou fogo. Corte típico da região, provamos diversos, de Cabernet Sauvignon com Merlot, 10 meses de barrica francesa provavelmente de segundo e terceiro uso.Bom vinho.

VF Villa Francioni – para mim melhor que o Francesco. Gosto muito deste vinho que é um corte bordalês elaborado com as castas; Cabernet Sauvignon, Merlot, Cabernet Franc e Malbec com passagem de 14 meses em barricas de carvalho francês de primeiro uso. Não é de hoje que o conheço e volta e meia gosto de o incluir em provas ás cegas de vinhos de Bordeaux e sempre se sai muito bem. Confirmou tudo o que esperava dele; boa e complexa paleta olfativa com frutos negros abundantes, tabaco, café, estrutura  com elegância e taninos finos, rico meio de boca, longo, um belo vinho em que os aromas seguem nos encantando mesmo depois de terminado a taça.

Queria abrir um Michelli e um VF Brut Chardonnay, porém mesmo me propondo a pagar não foi possível, então comprei uma garrafa do Michelli, top da casa, e levei para abrir no jantar. Depois falo dele.

Bem, mais uma etapa vencida, agora a caminho do Monte Agudo onde a recepção foi outra. A alma que faltou aqui, sobrou por lá, que bom, e o ânimo de todos se reacendeu mesmo chegando um pouco cedo, pois esperávamos passar mais tempo na Villa Francioni. Mas desse encontro na Monte Agudo eu falo outro dia. Por hoje é só, uma ótima semana para todos e kanimambo pela visita.  Video da visita abaixo, saúde!

Sem Firulas, Gostei!

Vinho rosé refrescante, ótima acidez, blend de meia dúzia de uvas, preço bacana, mostrando claramente o DNA desta linha de produtos que a DFJ nos entrega via Lusitano Import aqui em Sampa, vinhos de boa relação Qualidade x Preço x Prazer. Um belo abre alas para qualquer encontro e uns petiscos, sushi, ou carpaccio de salmão, sanduíche (bagel) de cream cheese e salmão, huuum gostei! Bem vibrante, saboroso, pra cima e ponto!

Paxis Rosé

Escrevendo esta nota, já me deu vontade! rs Uma ótima semana para todos, saúde e kanimambo pela visita.

Dicas de Abril – Programe-se

Dia 19 de Abril ás 20 horas  na Vino & Sapore na Granja Viana em Cotia, SP, a degustação de Vinhos de Altitude de Santa Catarina, está tendo uma grande demanda e excepcionalmente será realizada para 22 pessoas e já tenho 17 reservas! Agora com a adição de um prato de queijos da Queijo com Sotaque também de Santa Catarina, para que os participantes também conheçam essa iguaria!! Tá esperando o quê?? Clique aqui ou role abaixo na página para ver mais detalhes, mas será uma noite de Santa Catarina na veia, Queijos, Chocolates e Vinhos!!

Vinhos da Mala SC - Granja

Lavradio-Imperial 2Dia 23 de Abril no Rio de Janeiro, Cultura e Comida se juntam no Tour do Lavradio Imperial! Aberta ainda no período colonial, em 1771, pelo Marquês de Lavradio, a Rua do Lavradio foi uma das ruas mais importantes do Brasil na época do Império. Lá, moraram personagens com Duque de Caxias, Marquês de Olinda e João Caetano, entre outros.

Contar a história da rua, do bairro e da cidade, explorar as principais manifestações culturais, fatos históricos e detalhes arquitetônicos; Estas são algumas das experiências que você vai encontrar no Tour da Lavradio Imperial. O programa consiste em uma recepção inicial as 17 horas na Galeria Scenarium (antiga residência do Marques de Itaboray) com bate-papo com a historiadora Ana Roldão com apresentação do vídeo-instalação “O lavrador tempo” (texto de Rachel Jardim).

Lavradio-Imperial 1Após o café, o grupo é convidado a ver a exposição permanente da casa, “Azul Cobalto”, que retrata, através de azulejos, um pouco da história entre os séculos XVII a XX. Em seguida, haverá um tour à pé e guiado em duas quadras da rua.

A terceira etapa começa no Santo Scenarium (antiga residência do Visconde de Jaguary e do ator João Caetano) com uma degustação de cachaças com o especialista Manoel Agostinho e na sequencia, um jantar com menu imperial será oferecido. Ao final, o grupo pode estender o programa ao Rio Scenarium, a entrada está inclusa no pacote. Um programa bem legal e diferente para os amigos cariocas ou que por lá estejam.

MENU IMPERIAL

Cafe da tarde com broa de milho com amendoim e biscoitos amanteigados

ENTRADA QUENTE: Sopa de ovos atolados

ENTRADA FRIA: Salada de truta em cestas de massa

PRATO PRINCIPAL: Arroz de cordeiro com salsa real

SOBREMESA: Manjar real

Ha uma opção de prato para os vegetarianos: Lasanha de cogumelos e legumes ao molho de queijo do reino. Estão inclusos água, caipirinha e café. PRECO POR PESSOA: R$ 200,00. LEMBRETE: Vagas limitadissimas e a primeira edicao esgotou-se logo nas primeiras horas, portanto os que tiverem interesse entrar em contato logo com a amiga  Fany Beigler(021) 9.8265-5342 ou por mail fbleiger57@gmail.com e ela dirá como proceder. Se eu estivesse lá eu iria!

Grand Tasting 2016 da Grand Cru pelo Brasil afora. GRAND TASTING 2016. O tipo do investimento que sempre recomendo aos enófilos “to be”! rs A melhor forma de conhecer vinhos e descobrir algumas preciosidades que se encaixem em seu bolso e atendam seu gosto. Esse tour passará por Porto Alegre – Curitiba – Londrina – São Paulo – Rio de Janeiro – Goiânia, sempre das 19 às 22hrs.

  • 25 de Abril – Porto Alegre
  • 26 de Abril – Curitiba
  • 27 de Abril – Londrina
  • 28 e 29 de Abril – São Paulo
  • 2 de Maio – Rio de Janeiro
  • 3 de Maio – Goiânia

O Grand Tasting esse ano apresentará, além das vinícolas exclusivas e as já conhecidas estações temáticas selecionadas pela equipe Grand Cru, uma série de novidades recém-chegadas ao Brasil. Em todas as praças, o investimento é de R$ 270 por pessoas, que dão acesso aos mais de 230 rótulos expostos na feira e ainda poderão ser revertidos em crédito para abatimento nas compras acima de R$ 1mil na semana seguinte ao evento.

Em São Paulo, o evento ainda contará com duas degustações paralelas para tirar o fôlego de qualquer enófilo. Intitulada de “Bordeaux 2010, um tour pela melhor safra do século”, a ação será dividia em duas degustações: Margem Direita e Margem Esquerda. A Margem Direita sai por R$ 1700 e a Margem Esquerda a R$ 1850. Esses valores poderão ser revertidos nas compras acima de R$ 12.500. Os clientes que participarem dessas degustações também poderão adquirir exemplares de Bordeaux Grand Cru Classe com 30% OFF no evento.

Seleção de vinhos das Bordeaux 2010, um tour pela melhor safra do século: (se tivesse esse din-din não perderia!! RS)

MARGEM DIREITA:

Saint-Émilion – Cheval Blanc 2010 RP 100 / Saint-Émilion – Angélus 2010 RP 99+ / Saint-Émilion – Figeac 2010 / Pomerol – La Conseillante 2010 RP 96 / Pomerol -Le Bon Pasteur 2010 RP 95

MARGEM ESQUERDA:

Pessac-Léognan – La Mission Haut Brion 2010 RP 98+ / Pauillac – Pichon Comtesse Lalande 2010 RP 95+ / Saint-Julien – Léoville Las Cases 2010 RP 96+ / Saint-Estèphe – Cos d’EstourneL 2010 RP 97+ / Margaux – Margaux 2010 RP 99

Ligue e garanta seu lugar ao sol; PORTO ALEGRE Vendas: pamela.couto@grandcru.com.br / Tel.: (51) 3332-8043 – CURITIBA Vendas: marcia.souza@grandcru.com.br / Tel.: (41) 3044-0292 – LONDRINA Vendas: vinhosecia@terra.com.br / Tel.: (43) 3337-5794 – 29 DE ABRIL  Vendas: belacintra@grandcru.com.br / Tel.: 0800 – 77 8558 – RIO DE JANEIRO Vendas: nayara.silva@grandcru.com.br / Tel.: (21) 2511-7045 GOIÂNIA Vendas: leandrononato@hotmail.com / Tel.: (62) 3932-2710.

Bem é isso por hoje e Segunda tem mais. Saúde, kanimambo e nos vemos por aí com uma última dica compre localmente, privilegie o comércio perto de você! Bom fim de semana.